Acervo digital do Herbário MAC contribui para pesquisas em todo o país

Catálogo florístico com diversas espécies de Alagoas é frequentemente atualizado e está disponível para consulta online

Dálet Vieira

O Herbário MAC do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL), há 40 anos, é referência em estudos florísticos e catalogação de espécies. O processo de digitalização do catálogo tem continuado, com os devidos cuidados, para que esse vasto conteúdo esteja disponível para todos e prossiga auxiliando nas pesquisas.

 O catálogo conta com mais de 65 mil amostras em uma coleção de plantas desidratadas que são oriundas de todo o território alagoano, além das contribuições fornecidas por pesquisadores de vários lugares do mundo.

Com a necessidade de divulgação do catálogo florístico e os dados científicos presentes nele, em 2016, foi iniciado o projeto de digitalização. Essa iniciativa faz parte de um projeto coordenado pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro com o apoio do Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira (SiBBr) e do Instituto Florestal Nacional (IFN).

Informações sobre as espécies são digitalizadas em Herbário Virtual. Foto: Ascom IMA

Mesmo com a conclusão do processo de digitalização online, em 2019, é necessário que as informações sejam frequentemente atualizadas. Como por exemplo os dados nas etiquetas das amostras, data e local de coleta.

Rosângela Lemos, curadora do Herbário MAC conta que em regime de teletrabalho, seguindo a norma vigente, os técnicos do Herbário do Instituto têm feito as atualizações do acervo nas plataformas online.

 “Foram atualizados até o momento 1.115  tabelas de dados de atualização individual de cada amostra que compõe a coleção”, afirma a curadora.

O acervo online possui imagens em alta definição, com isso ficam disponíveis para toda a população os dados dos estudos feitos ao longo dos anos e dos diferentes biomas de Alagoas. Além da contribuição para as pesquisas realizadas em todo o Brasil.

“Este trabalho permite a disponibilização de dados e imagens online, ampliando o compartilhamento de informações sobre a biodiversidade e aumentando a visibilidade em escala global do trabalho que desenvolvemos aqui em Alagoas e de todos os taxonomistas envolvidos”, explica Rosângela Lemos.

O Herbário MAC virtual está disponível de forma gratuita e atualizada em: http://www.splink.org.br/search?lang=pt&collectioncode=MAC

123 Total Views 3 Views Today