Carretas se envolvem em acidente e combustível atinge vegetação na APA de Murici

Os técnicos do IMA/AL avaliam a proporção do impacto para mensurar autuação e as medidas de remediação do solo e vegetação

Texto Ascom IMA/AL

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) vai emitir um auto de infração, ainda essa semana, para a transportadora responsável pela carreta que se envolveu em um acidente na BR 101 e provocou o derramamento de aproximadamente 45 mil litros de óleo diesel.

A equipe que esteve no local para coletar informações e apurar a situação verificou que o material atingiu o solo e a vegetação. Há ainda o agravante que o acidente aconteceu no limite da Estação Ecológica (Esec) de Murici que, por sua vez, fica dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) de Murici. Trata-se de duas Unidades de Conservação, uma federal e a outra estadual.

Segundo informações do gerente de Fauna, Flora e Unidades de Conservação do IMA/AL, Epitácio Correia, a empresa terá que fazer também a remediação da área impactada, como a remoção do solo contaminado, por exemplo. O gerente comentou ainda que como a Esec é uma unidade federal é provável que haja algum tipo de autuação por parte do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

“No momento estamos dimensionando os impactos a partir das informações coletadas e das imagens feitas através de drone sobre a área afetada pelo vazamento”, comentou Epitácio.

O acidente aconteceu na altura do município de Flexeiras, na noite do dia 18, na BR 101, envolvendo duas carretas que faziam o transporte de combustível entre os Estados de Pernambuco e Alagoas. No local houve ainda um incêndio e a morte de um dos motoristas.

As equipes do IMA, ICMBio e Corpo de Bombeiros estiveram no local após o acidente. A empresa também direcionou uma equipe de remediação para evitar que o combustível se espalhasse ainda mais.

314 Total Views 5 Views Today