Casal é autuada por lançamento de resíduos líquidos em Rio Largo

Eclosão de Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) despeja material sem contenção de danos ambientais 

Janderson Oliveira 

Uma rebentação na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) no residencial Jarbas Oiticica, em Rio Largo, está lançando resíduos líquidos de forma irregular no solo, entrando em contato com o rio Messias. O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) esteve no local nesta segunda-feira (4) e constatou dano à natureza, sob responsabilidade da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). 

A estatal foi autuada por infrações graves que causam prejuízo à saúde, segurança, bem-estar da população, biota e recursos naturais, alterando de forma significante o meio ambiente. O valor da multa chegou a R$ 417.911,17 pelo agravante do crime ocorrer numa Unidade de Conservação (UC), a Área de Proteção Ambiental do Pratagy. 

Esgoto segue até o caminho de águas pluviais até o rio Messias. Foto: Gemfi/IMA

Os fiscais do IMA também encontraram na ETE tanques com extensas rachaduras que podem provocar outras eclosões. Até o momento da visita do corpo técnico do Instituto, o esgoto continuava sendo lançado de forma irregular desde o dia 2, data da eclosão, sem a apresentação de qualquer plano de contenção. 

Tanques apresentam rachaduras, sinal de manutenção precária. Foto: Gemfi/IMA

O IMA também emitiu notificação à BRK Ambiental, futura empresa concessionária do abastecimento de água na região metropolitana de Maceió e que está fazendo a operação assistida da Casal no período de transição de serviços.

401 Total Views 2 Views Today