Equipe de fauna do IMA visita Centros de Triagem em São Paulo e Brasília

Objetivo das visitas é adquirir experiência e estudar modelos de gestão

Elayne Pontual

Uma equipe composta pela Gestão de Fauna e pela Gerência de Licenciamento do Instituto do Meio Ambiente (IMA) está em São Paulo para visitas técnicas. Na última segunda-feira (30) os técnicos visitaram o Centro de Recuperação de Animais Silvestres (Cras), que fica dentro do Parque Ecológico do Tietê (PET), na capital paulista.

Segundo Epitácio Correia, consultor ambiental do IMA e médico veterinário, o Cras recebe ao ano em media 11 mil animais. “Conhecemos todas as estruturas e logística de recebimento e funcionamento. Conversamos com técnicos de setores diversos e absorvemos muitas informações. A visita está sendo bastante proveitosa”, afirmou.

A equipe, composta por engenheiro civil, médicos veterinários e biólogos, esteve, na terça-feira (31), na Divisão Técnica de Medicina Veterinária e Manejo da Fauna Silvestre (Depave), localizada no Parque do Ibirapuera, e no Centro de Manejo e Conservação de Animais Silvestres (Cemacas), que fica no parque Anhanguera.

“A estrutura do Cemacas é municipal e desenvolve trabalho de reabilitação e destinação de animais exclusivamente do município. Recebem ao ano em média 5 mil animais”, disse Epitácio. De acordo com o consultor, o Centro conta com 42 técnicos, entre veterinários, biólogos de campo e internos, além de 24 tratadores.

Nesta quinta-feira os técnicos estarão em Brasília para visitar o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do IBAMA no Distrito Federal. Segundo Epitácio, o principal objetivo das visitas é adquirir experiência e estudar modelos de gestão, no intuito de elaborar a melhor forma de implantação no Cetas de Alagoas.

“Essas visitas nos permitem conhecer o funcionamento dos Centros nos âmbitos clínico, biológico, administrativo e estrutural, além do intercâmbio de informações”, afirmou Epitácio.

A equipe de Gestão de Fauna do IMA utiliza o Cetas de Alagoas, através de uma parceria firmada com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para atender animais apreendidos, principalmente aqueles que precisam passar por algum tipo de atendimento e recuperação.

885 Total Views 1 Views Today