Espécie invasora é identificada em Alagoas e pode causar impactos na pesca e no turismo

Corpo técnico do IMA e pesquisadores da UFAL alinham medidas para a retirada e contenção do coral-sol

Dálet Vieira 

O bioinvasor Tubastraea tagusensis, conhecido como coral-sol, foi encontrado em um naufrágio no município de Jequiá da Praia, litoral sul de Alagoas. Fotos foram divulgadas no último domingo (27), e apesar da beleza desses animais, eles representam um grande risco para a biodiversidade e economia da região.

A descoberta foi feita por pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), que nesta semana se reúnem com o corpo técnico do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL) para a definição de medidas para retirar e conter o invasor.

Coral-sol é nativo do oceano Indo-Pacífico. Foto: UFAL

Segundo Cláudio Sampaio, professor e pesquisador da UFAL, os corais invasores podem ser facilmente reconhecidos em razão do colorido vibrante e pelo formato alongado dos seus pólipos.

“Diversos estudos já demonstraram que esse invasor vem causando impactos negativos em corais e peixes nativos, modificando funções ecológicas importantes”, destaca Sampaio sobre o T. tagusensis, espécie de coral-sol encontrada em Alagoas.

Pesquisadores da UFAL encontram espécie invasora no litoral sul. Foto: UFAL

A espécie invasora já estava sendo monitorada com a instalação de placas de recrutamento, em Maceió, pelo IMA há mais de cinco anos. Ricardo César, coordenador do Gerenciamento Costeiro do Instituto, explica que a medida preventiva, ocorre muito no porto da capital, pois a espécie invasora pode ser transportada por cascos de navios.

O Instituto também possui parceria com uma empresa de mergulho e até o momento não há vestígios do coral-sol em Maceió.

Mas diante da situação atual, com a chegada desse bioinvasor no litoral sul, César conta que após as reuniões desta semana as medidas preventivas serão intensificadas e ampliadas.

“Nós já trabalhávamos com medidas profiláticas, pelo menos no porto de Maceió. Agora vamos trabalhar com procedimentos para a retirada do coral-sol e definir medidas para evitar a sua expansão”, finaliza.

238 Total Views 3 Views Today