IMA estreita relação com representantes de RPPNs em encontro

Os proprietários receberam, ainda, o incentivo do órgão para a criação de uma associação com todas as reservas particulares do estado

Klaus Roger

Proprietários e representantes das Reservas Particulares do Patrimônio Natural do estado estiveram reunidos, na manhã desta quarta-feira (14), na sede do Instituto do Meio Ambiente (IMA), participando de um ciclo de palestras promovido pela Gerência de Fauna, Flora e Unidades de Conservação (Gefuc) do órgão, para debater a importância das reservas e estreitar as relações entre eles.

O encontro teve início com Epitácio Correia, gerente da Gefuc, ressaltando a importância da aproximação na relação entre o Instituto e os proprietários das reservas para a proteção das áreas e o uso estratégico das mesmas.

“Enxergamos esse como um passo inicial para diversas questões que poderão ser trabalhadas nas reservas. Reunidos podemos amadurecer o debate e aumentar a integração”, afirmou Epitácio.

Durante a manhã ainda houveram as palestras de Jôsefa da Conceição e Alex Nazário, consultores ambientais do IMA, que trataram dos aspectos e importância das Unidades de Conservação e das RPPN’s.

Foi debatido, durante palestra de Suzy Nazário, representante do Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), a importância do associativismo para o fortalecimento das ações dentro das reservas.

“Quando você está em uma associação formada, a coisa toma outra medida porque  é uma entidade e age em conjunto. Desta forma está mais fortalecido que uma reserva independente”, explicou Suzy Nazário.

O evento terminou com palestra de Luise Andrade, engenheira florestal do IMA, sobre a importância e os benefícios do Cadastro Técnico Rural (CAR), e uma mesa redonda com todos os palestrantes, que supriram as dúvidas dos representantes e estabeleceram um acordo para futuras ações.

As RPPNs são criadas dentro do Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), estabelecido pela Lei 9.985/2000, que define a Reserva como “uma área privada, gravada com perpetuidade, com o objetivo de conservar a diversidade biológica”. As pessoas interessadas em reconhecer toda ou parte de uma propriedade como RPPN, podem obter mais informações no endereço: http://www.ima.al.gov.br/reserva-particular-do-patrimonio-natural-rppn/

163 Total Views 1 Views Today