Operação Mata Atlântica em pé combate infrações ambientais em Alagoas

Fiscais do IMA, Ibama e MPE, junto com agentes da Polícia Ambiental, percorrem municípios em ação conjunta

A equipe de fiscalização do Instituto do Meio Ambiente (IMA), participam, entre os dias 16 e 20 de setembro, da operação nacional Mata Atlântica em pé. São três equipes formadas por técnicos de diferentes órgãos que percorrem áreas de municípios alagoanos para coibir crimes ambientais.

Além do IMA, participam em Alagoas o Batalhão de Polícia Ambiental, o Ministério Público Estadual e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

No primeiro dia da operação, na segunda-feira (16), três equipes de campo percorreram os municípios de Maragogi, Jacuipe, São Miguel dos Milagres, Japaratinga e Porto de Pedras. Foi encontrada uma área sendo queimada, prática considerada agravante no Decreto de Crimes Ambientais, nº 6514 de 2008.

Houve ainda autuações, a maior delas no valor de R$91 mil por desmatamento de aproximadamente 15 hectares de vegetação nativa do bioma Mata Atlântica em estágio secundário de regeneração.

No segundo dia, na terça-feira (17), as equipes percorreram os municípios de São José da Laje, Santana do Mundaú, Maceió, São Miguel dos Campos, Branquinha e Capela. Foram encontradas áreas recém desmatadas para uso alternativo do solo com o emprego do fogo. Os infratores foram autuados e notificados a apresentar o recibo do Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Também foram encontradas áreas com plantio e supressão de sabiá, espécie alternativa na produção de madeira, sem terem sido registradas no IMA. Para esses casos, os proprietários estão sendo instruídos a procurar o órgão ambiental antes da intervenção, para saber quais procedimentos devem ser adotados.

124 Total Views 1 Views Today