IMA vistoria propriedade rural particular para criar área de soltura de animais

Órgão ambiental preza pela reintrodução de espécies na natureza em loocais adequadas 

Janderson Oliveira 

O Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) registrou a entrada de sete mil animais em Alagoas no ano de 2020. A soltura da maioria destes ocorreu em áreas especificamente apropriadas, em locais públicos ou privados. O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) recebe solicitações de proprietários de terras que desejem colaborar na reintrodução de animais à natureza.  

“As áreas de soltura são escolhidas de acordo com a proteção, sem muito acesso às pessoas para caçar os animais; tamanho e os tipos de vegetação presentes”, explica Ana Cecília, veterinária do IMA no Cetas. A equipe técnica do órgão ambiental visitou uma área particular na última sexta-feira (12) para vistoria da viabilidade. 

Durante a vistoria, foi relatado a presença de diversas espécies no ambiente, desde papagaio-de-mangue até bicho-preguiça. A presença de nativos facilita a reintrodução dos animais reabilitados no Cetas. 

Ana Cecília instrui onde cada cocho deve ser instalado para receber as aves em reabilitação do Cetas. Foto: Ascom/IMA

“Cada espécie vive em determinado hábitat, tem uns que são de mata fechada, outros de área aberta, alguns de mangue, além de borda de mata. É necessário ter todo um cuidado e estudo para determinar qual será a área de soltura apropriada”, detalha a veterinária. 

O dono de terra que tiver interesse em transformar um fragmento da propriedade em área de soltura deve entrar em contato com a equipe de Fauna do órgão no WhatsApp (82) 98833-9407, solicitando a lista de documentação necessária. 

Em seguida, abrir processo por meio de envio de solicitação para o e-mail protocolo@ima.al.gov.br. O texto precisa estar direcionado à Gerência de Fauna, Flora e Unidades de Conservação (Gefuc), com as devidas especificações. 

A veterinária Ana Cecília valoriza a participação dessas pessoas. “São muito importantes no processo de soltura”, comenta. Como área de soltura, o local terá prioridade de atendimento de denúncias por parte do IMA. 

Para relatar denúncias ao órgão ambiental, é disponibilizado o aplicativo IMA Denuncie para Android e iOS, que possibilita anonimato em denúncias detalhadas com descrição, geolocalização e imagens. 

412 Total Views 1 Views Today