Animais domésticos precisam de cuidados diferentes durante a quarentena

É tempo de criar novas atividades para distrair e divertir

Janderson Oliveira

Os animais domésticos precisam se adequar à nova rotina durante a pandemia de Covid-19, assim como seus criadores. O Decreto Estadual Nº 69.722 veda o acesso a locais públicos, como praças e praias, e a permanência em ruas, como forma de diminuir a aglomeração e combater a proliferação do novo coronavírus. Ainda assim é possível realizar atividades dentro de casa para exercitar o físico e evitar o estresse de cães e gatos. 

Ana Cecília, veterinária do Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL), recomenda brinquedos simples, feitos em casa, para distrair os animais. “Até mesmo uma caixa de papelão pode ser divertida para gatos”, afirma a profissional locada no Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas). 

A dica é simples: uma caixa de sapato ou maior, uma bola do tamanho de ping pong, uma tesoura e fita adesiva. Faça furos nas laterais ou topo da caixa, coloque a bola dentro e isole com a fita. O gato irá ver o objeto e colocará a pata dentro tentando tirá-lo. 

Gatos arrumam sua própria diversão. Caixa vazia, bolinha de papel, cinto, cadarço, planta seca são objetos que despertam a curiosidade dos felinos. É só dispor parado ou balançar o brinquedo para chamar atenção e todo o resto é por conta da criatividade deles. 

Cachorros podem ser mais complicados durante a quarentena, pois acostumam fazer suas necessidades fora de casa. É recomendado comprar um tapete higiênico, que pode ser facilmente encontrado em pet shop. 

Diferente dos gatos, os cachorros pedem maior atenção na hora das brincadeiras, o que não deixa de ser divertido. Bola, corda, mordedor, bichinho de pelúcia ou borracha podem ser objetos arremessáveis e de disputa entre cão e dono. Ossos de pet shop também são recomendados para aliviar o estresse. 

“É tempo de criar novas atividades para gastar energia, distrair, divertir, tanto para o animal quanto para o dono que também pode estar em quarentena dentro de casa”, afirma Ana Ceclíia, veterinária do IMA. 

Caso o animal esteja em apartamento e possa descer ao térreo, é aconselhado que no retorno as patas sejam borrifadas em uma solução de sabão ou shampoo, assim como fazemos com nossos calçados. É importante saber que cães e gatos também podem carregar o vírus para o lar. 

Em caso de estresse e ansiedade, mesmo na realização de brincadeiras, Ana Cecília recomenda gotejar florais na água dos animais. “O produto pode ser encontrado em pet shop e deve ser usado de acordo com a indicação do fabricante”, explica a veterinária. 

95 Total Views 7 Views Today