IMA embarga atividades de tamponamento da Braskem após abalo sísmico

Fiscais encontraram um britador nas áreas da mineradora

Janderson Oliveira

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Alagoas (IMA/AL) promoveu, nesta quarta-feira (10), uma ação de fiscalização nos bairros Pinheiro, Mutange e Bom Parto, paralisando todo tipo de atividade de recuperação de área, a cargo da Braskem. O embargo às ações é motivado pelo abalo sísmico percebido na região no dia 5 de novembro.

Os fiscais do IMA paralisaram as atividades na área do canteiro operacional de britagem, além da área de enchimento do solo. Também foi encontrado um britador no local, máquina que causa vibração no solo. A mineradora foi notificada para a remoção imediata da ferramenta.

Fiscais encontraram um britador nas áreas de atividade da Braskem, máquina que provoca tremores no solo

A Braskem tem 10 dias, após o recebimento do termo de embargo, para apresentar ao IMA estudos que indiquem que indiquem as causas para o abalo sísmico. As atividades de tamponamento seguirão paralisadas enquanto não se comprovar a não relação com o evento.

O Instituto tomou as providências com base no princípio de precaução e prevenção, em virtude da instabilidade do solo nos bairros já demasiadamente afetados, e segue acompanhando a evolução dos danos ambientais na área.

263 Total Views 3 Views Today